This is not just America

Essa semana através das redes sociais descobri o videoclip “This is America” do famoso cantor Donald Glover. É um video animal! Surpreendente! Não tão complicado de entender, mas quando se entende as correlações dos clipes com as eventuais referências, o resultado é muito estarrecedor.
Porém embora até as criticas sejam muito construtivas, creio que Donald esteja olhando de forma muito incompleta e dando uma critica meio vazia pelo ambiente cultural devastante que não só a America, mas todos os países produzem.
Me parece uma critica que tenha um fundamento fraco e logo não alicerça uma solução. Não querendo desmerecer sua ideia (que foi boa para muitos pensarem o seu estado de pensamento), mas de acordo com a verdade absoluta que é o evangelho, sabemos que não é só racismo que é errado … não é a questão do armamento, não é questão de ver uma bagunça camuflada e se incomodar com tudo isso. A solução é enxergar algo muito mais profundo que esses temas. A solução é entender o que faz com que isso tudo seja produzido.
E a resposta mais clara através da verdade absoluta é a nossa condição humana, nossa “carne”… o que nos motiva a fazer o mal que fazemos.
Isso ninguém quer falar, e é disso que devemos abordar. Isso não é a América, Europa e muito menos o Brasil. Isso é o pecado. Fomos destituidos da Glória de Deus e hoje somos só um reflexo, somos partes, somos fragmentos da santidade e do amor de Deus.
Realmente, não podemos permitir a ideia de achar que o erro se resume em fragmentos do pecado … mas na totalidade dele e que ele produz muito mais do que o clip diz.
Se você não é cristão e acha que estou falando besteira e sou fascista. Ignore este texto em vez de me xingar, mas se você é cristão de fato … relembre que as boas novas é um clip relembrando que essa é a minha e a nossa vida e não só a America, que isso é um lembrete a (como o Donald fala) não dar mole nesta terra.

5 comentários Adicione o seu
  1. Já assisti esse clip várias vezes, como educadora indiquei para os profs de História e Geografia trabalharem o tema em sala de aula. Como cristã, concordo sobre o quanto toda a violência humana é provida do pecado. O clip faz referências a extremos humanos, retrata o que na Palavra diz sobre todo o mal absurdo a qual estaremos enfrentando quanto mais próxima a vinda de Jesus Cristo. Se esse clip, mesmo que visto por alguém que não busque as referencias norte-americanas que possue, já despertar o nojo do pecado, já valeu a pena. Ótimo artigo! Deus continue te abençoando!

  2. Não precisa desmerecer uma arte fantastica como essa para falar sobre pecado. O cristão sabio é aquele que vê Deus se manifestando em produções artisticas sim! O clip não fragmenta nada, ele é feito de uma perspectiva não cristã, e aborda o caos da sociedade e não apenas o caos, mas o caos silenciado pela midia e nossas consciencias muita das vezes dormentes.

    1. Alexsandra,
      Entendi o que você quis dizer, mas o texto não desmerece o vídeo do Glover. Não estou falando que o Glover está errado, mas que ele esta equivocado. E sim … ele fragmenta o contexto em que o homem acha que tudo que tem dado errado é culpa da minoria da classe e não de algo em si, ou seja … o pecado. Schaeffer trabalha muito com esse modelo de apologética, não dizendo que alguém esta totalmente errado … mas que está equivocado e dando verdade a algo incompleto. Seus trabalhos mais críticos e positivos são os que ele aborda o evangelho através da arte e o quanto o homem produz coisas bonitas, mais vazias.
      Forte Abraço e fique na paz 🙂

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *