Saindo da Escuridão – Homens Norteados

SAINDO DA ESCURIDÃO – OS CÂNTICOS DE JESUS .

No salmos 38.15-22, Davi não admite simplesmente seu pecado, mas se sente perturbado por ele (v. 18).

Se apenas confessarmos o pecado sem considerá-lo repulsivo – pelo fato de entristecer e desonrar a Deus e destruir as pessoas – ele conservará o poder sobre nós. Acabaremos por nos descobrir praticando-o de novo.

Além disso, Davi busca não apenas o perdão legal, mas a restauração da comunhão de amor com Deus (v. 21,22). Isso é possível porque esse Deus é “meu Deus” – o Deus da Aliança da graça, comprometido com ele (Êx. 6.6,7). A profundidade desse compromisso foi plenamente vista apenas naquele que clamou: “Deus meu, Deus meu” (Mt. 27.46) e foi abandonado a fim de quê pudéssemos ser perdoados e levados para casa. . Muitas vezes vivemos achando que tudo está bem.

Achamos que tudo finalmente voltou aos eixos. Entretanto, são nesses momentos que nos sentimentos perturbados e cativos ao pecado, pecado ou pecados esses que achamos já termos adquirido “força” pra deixá-los para trás e vivermos o melhor, que vem da parte de Deus. O que assegura nossa fé e nos faz cantarmos alvo mais que a neve, é a certeza que um Deus todo poderoso morreu na Cruz, por todos os nossos pecados e por toda podridão que habita em nossos corações. É esse Deus, que nos concede a paz que excede todo o entendimento, e, nos mostra, através da vida do seu filho, que sempre é dia de recomeçar, afinal, a vítima pagou a nossa dívida e hoje estamos aqui por graça, somente a graça, pura graça. Vivamos prosseguindo para o alvo, deixando nas mãos do nosso Deus todas as nossas dores e aflições, sabendo que em tudo Ele nos guiará e fará o melhor.

 PS: Devocional adaptado do Devocional em salmos do Timothy Keller, incrementada pela autora Beatriz Dantas, do Homens Norteados.

#GpReforma1517 #SolaGratia #PostTenebrasLux

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *