Ânimo e alerta na adversidade

Nesse contexto Paulo estava preso, e então preocupado com a igreja de Timóteo ele escreve esse capítulo dedicado ao encorajamento. Paulo sabia que estar preso era honroso e não motivo de desistência ou abandono da fé.

Pois Deus não nos deu um Espírito que produz temor e covardia, mas sim que nos dá poder, amor e autocontrole. 2 Tm 1:7
Apegue-se, com fé e amor em Cristo Jesus, ao modelo do ensino verdadeiro que aprendeu de mim. Pelo poder do Espírito Santo que habita em nós, guarde a verdade preciosa que lhe foi confiada. 2 Tm 1:14-15

Esses são passos básicos para suportar aflições que como Jesus mesmo alertou de antemão, todos iriamos passar. Se apegue com firmeza as boas novas de Cristo, não dê espaço para a dúvida, mas deixe que o sofrimento cumpra seu propósito. Paulo também anula qualquer força vinda de nós, é pelo poder do Espírito que podemos manter uma postura firme, porém humilde pois não vem do nosso braço.

O norte que Paulo dá, para enfrentar o momento difícil é, guardar a palavra. Ele irá discorrer no capítulo 2 como o bom soldado age, primeiramente por meio da Graça.

Meu filho, seja forte por meio da graça que há em Cristo Jesus. 2 Tm 2:1 

Uma verdade autenticada, Paulo sabe o quanto o coração é enganoso, e o quanto nossa mente pode ser lubridiada por mentiras em meio as adversidades, então ele afirma a veracidade da palavra.

Você me ouviu ensinar verdades confirmadas por muitas testemunhas confiáveis. Agora, ensine-as a pessoas de confiança que possam transmiti-las a outros. 2 Tm 2:2

Suportar o sofrimento como bom soldado de Cristo é seu conselho no verso 3 e usa alguns exemplos práticos do verso 4-7 (recomendo a leitura). No verso 11-13 ele nos dá afirmações preciosas aos nossos corações, e vale lembrar o pecado imperdoável. A indifelidade não pode nos condenar, mas a incredulidade sim! A incredulidade dilacera toda Glória de Deus, pois a nega de forma tenebrosa. É preciso acalentar nossos irmãos mais fracos, para não cairem  no desdém. E vigiar nossos corações sempre, já que não só o sofrimento pode nos fazer duvidar ou negar as Boas Novas.

Textos: 2 Tm Capítulo 1 e 2

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *