Review: Ego Transformado

Este livro foi escrito pelo pastor Timothy Keller, pastor titular da igreja Redeemer Presbyterian
Church, em Nova York e autor de diversos livros, tais como Justiça Generosa e Fé na era do
Ceticismo, publicados por Edições Vida Nova.

Como o próprio título menciona, o livro irá tratar sobre o ego e quais são as marcas de um
coração radicalmente transformado pela graça de Deus. O livro se fundamenta na passagem
de 1 Coríntios onde o apóstolo Paulo condena a atitude do povo de Corinto de dividirem a
igreja plantada pelo apóstolo pelo fato de uns se orgulharem de terem sido ensinados por
Paulo, outros por Apolo e outros por Cefas, que é o também apóstolo Pedro. O autor divide
esse pequeno livro em 3 partes: A condição natural do ego humano, a visão transformada do
eu e uma solução para o tema proposto.

A condição natural do ego humano

De acordo com o autor, o ego humano é algo insaciável, não pode ser preenchido por
nenhuma conquista humana. O ego sempre irá querer chamar atenção para si mesmo e isso
irá gerar um sentimento de vazio constante. Sempre o ego desejará que as suas necessidades
sejam prioridade em detrimento de todas as coisas.
Há um trecho do livro, onde ele cita C.S. Lewis em seu livro Cristianismo Puro e Simples, na
página 20.
” O orgulho não se satisfaz em ter uma coisa, mas em tê-la em quantidade maior do que
os outros. Dizemos que as pessoasse orgulham de ser ricas, espertas ou bonitas, mas
isso não é verdade. Elas tem orgulho de ser mais ricas, mais espertas ou mais bonitas
que os outros. Se todos fossem igualmente ricos, ou inteligentes, ou bonitos, não
existiria motivo de orgulho.”

A visão transformada do eu

A visão transformada do eu é quando nós esquecemos dos julgamentos alheios. O apóstolo
Paulo não tinha a sua postura direcionada de acordo com o que pensavam dele. Ele tampouco
não se interessava em julgar-se por critérios criados por ele.
Paulo sabia que os homens criam critérios errados e uma suposta consciência tranquila da sua
parte não significaria uma inocência da sua parte.
Uma citação interessante sobre a visão transformada do eu se encontra na página 34.
” Isso porque a essência da humildade resultante do evangelho não é pensar em mim
mesmo como se eu fosse mais nem pensar em mim mesmo como se eu fosse menos; é
pensar menos em mim mesmo.”

Conclusão

Como foi exposto nos tópicos anteriores, a solução para a transformação do ego é dar uma
reduzida importância para o que os outros pensam a respeito de nós e também não tomarmos
como padrão os critérios estabelecidos por nós mesmos, a opinião de Deus é a única que
interessa! Paulo estava tranquilo em relação a eventuais julgamentos pois sabia que no
principal julgamento, o de Deus, ele ja tinha sido absolvido por meio dos méritos de Cristo.
É um livro muito gostoso de ler, com uma linguagem acessível e uma mensagem direta: Para
termos a nossa verdadeira identidade, devemos diminuir o nosso orgulho de querermos que os
outros notem as nossas conquistas, pois essa forma de julgamento sempre nos levará a
insatisfação, a satisfação vem de sabermos que fomos aceitos por Deus quando nos
arrependemos dos nossos pecados e olhamos para Cristo como autor e consumador da fé em
nossas vidas.

Link para compra do Livro
http://amzn.to/2DRZKMo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *