Uma Carta Cheia de Graça: A Graça da Humilhação na Pessoa de Cristo

Série de estudos em Filipenses.
(Filipenses 2:1-11)

Paulo começa este segundo capítulo falando acerca da consolação encontrada na pessoa do Deus encarnado, nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo. O apóstolo exorta a igreja de Filipos a olhar para a pessoa de Jesus, para toda a sua obra redentora, o apóstolo exorta o povo filipense a olhar para a humilhação de Cristo, que esvaziou-se de toda a sua glória, e sofreu as mazelas humanas para dar sentido a toda dor. Quando olhamos para essas palavras de Paulo, agraciadas pelo autor da vida, olhamos para o exemplo de Jesus, que faz com que vivamos as dificuldades humanas, os relacionamentos complexos, as angústias que ameaçam assolar nossas almas, de uma maneira que a glória de Cristo se sobrepõe a toda dor. Mas acima de tudo, quando olhamos para a pessoa de Jesus, enxergamos toda a sua glória, todo o seu poder e divindade.

A graça e o amor de Cristo nos leva ao arrependimento, a humilhação perante sua Cruz, perante o Senhorio de Cristo. Encontramos na Cruz de Jesus o perdão que precisamos, a santidade que nossos corações anseiam e o amor de Deus. E nossa esperança surge quando olhamos para o Cristo ressurreto, que reina por toda a eternidade.

Oremos para que o Senhor nos dê a graça do arrependimento, nos dê graça para nos humilharmos perante o seu Senhorio. Oremos para que o Senhor nos dê graça para que os nossos olhos estejam sempre fixados nEle.

“Por isso, também Deus o exaltou soberanamente, e lhe deu um nome que é sobre todo o nome;
Para que ao nome de Jesus se dobre todo o joelho dos que estão nos céus, e na terra, e debaixo da terra,
E toda a língua confesse que Jesus Cristo é o Senhor, para glória de Deus Pai.”
Filipenses 2:9-11

Que Deus abençoe.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *