“Homens Fortes”

No post de hoje, abordaremos um livretinho muito simples, mas que contem verdades estonteantes, necessárias e por muitos, esquecida!
Nossa avaliação é de que o livro possui uma leitura breve e objetiva, além de não ser cansativa, visto que o livreto possui ao todo 70 páginas (já com elementos pré e pós- textuais).

Esta obra belíssima é composta por 4 pequenos capítulos:
1º- A importância da liderança espiritual;
2º- O valor do caráter;
3º- Os instrumentos da liderança familiar;
4º- Comunicação.

São capítulos sintetizando um conteúdo demasiadamente grande para estas 70 páginas. Antes de iniciar a leitura deste pensei: Como falar sobre isso tudo, em apenas 70 páginas? A conclusão que cheguei foi de que realmente, é um guia básico, mas tendo em vista que nós enquanto líderes/futuros líderes de famílias, temos deixado de lado, temos esquecido, o livro se torna um fundamento.

Publicado pela Editora Fiel, o livro tem uma qualidade de conteúdo fascinante. Ao decorrer das páginas podemos entender o que quer dizer ser um homem forte (que poderá ser visto no texto integral, no 95app em breve – disponibilizarei o link nos comentários). Quantas vezes temos vistos homens que pensam que sabem ser homens?
“Homens” que buscam mostrar sua masculinidade através de brutalidades e grosserias, são eles os homens fortes?
“Homens” frouxos, que são levados por qualquer maré, por qualquer ideia, que não possuem opinião, nem poder de decisão em sua família, são eles os homens fortes?
“Homens” que são alienados de sua casa, não sabem sobre a necessidade de seus filhos e esposas, são eles os homens fortes?

Temos visto uma geração vergonhosa, envolta em pecado, lascívia, libertinagem etc. Cabe então o questionamento: Onde estão os homens fortes?

Uma reflexão nesta obra é: Deus não mandou que o homem escolha ser um líder familiar, ele É o líder familiar, sendo assim, temos uma responsabilidade não opcional, instituída por Deus, que necessita ser posta em prática e aprimorada cada vez mais.

Crotts utiliza duas passagens bastante conhecidas para fazer sua afirmação:

“Se o pai andar com Deus e ensinar sua esposa e seus filhos a amarem a Deus e obedecerem à sua Palavra, esse homem terá uma família forte. Uma família forte, por sua vez, tem o potencial para influenciar poderosamente tanto a igreja quanto a sociedade”
-> Mas quero que saibais que Cristo é a cabeça de todo o homem, e o homem a cabeça da mulher; e Deus a cabeça de Cristo.
1 Coríntios 11:3
-> Vós, mulheres, sujeitai-vos a vossos maridos, como ao Senhor;
Porque o marido é a cabeça da mulher, como também Cristo é a cabeça da igreja, sendo ele próprio o salvador do corpo.
Efésios 5:22,23

Um homem forte, firmado na verdade, é como um grande treinador, façamos então uma analogia, com o filme karatê kid, o Pai (um home forte) é como o Sr. Miyagi, logo, Daniel san, representaria os filhos, que treinados por um pai forte, estariam munidos, fortalecidos e mais preparados para reconhecer e resistir a toda maré de imundícies deste mundo vil. O Homem Forte, instrui seus herdeiros a serem instrumentos para o Reino de Cristo!

O Homem Forte é um homem firmado mentalmente e espiritualmente, não é uma espécie de ditador,não é um homem mole/frouxo. É um homem que vive na presença de Deus, e vive ativamente em sua família.

Crotts demonstra em suas páginas que:

  • A AUSÊNCIA DE LIDERANÇA POR PARTE DO MARIDO É A PREOCUPAÇÃO NÚMERO 1 DE MUITAS CRISTÃS. O autor deixa claro que o homem nunca foi e nunca será a “quarta pessoa da trindade”, a mulher não é inferior a nós e sim nossa preciosa auxiliadora.
“É possível pendurar quartos na parede usando uma chave inglesa,mas um martelo faz o trabalho muito melhor. Sabemos que ferramentas funcionam melhor quando desempenham a função para a qual foram criadas. Infelizmente, muitas mulheres são obrigadas a tomarem a liderança nas coisas espirituais porque o “Sr. Martelo” está inerte na frente da TV! (Ou grudado num celular, com seus grupos de whatsapp, jogos ou noticias de esporte e afins – Adição Nossa), por conseguinte,tanto maridos como esposas serão mais bem-sucedidos quando exercerem os papéis que receberam de Deus”.
  • O MARIDO REPRESENTA A IMAGEM DE CRISTO PARA COM A IGREJA.  Ser um homem forte não garante a infalibilidade nem riquezas na terra, nem mesmo ausência de crises, mas se você quer ser um HF: ORE! invista em uma vida de oração pedindo a Deus que lhe ajude a cumprir a obrigação, que lhe foi dada e ser o homem que Ele deseja que você seja! Possuindo amor, responsabilidade, mansidão e capacidade de servir.
“Você transmite a verdade de Cristo, se lidera sua esposa com amor, sacrifício e abnegação. Porém se você é um egoísta incapacitado ou um ríspido ditador, está mentindo sobre Jesus diante do mundo que lhe observa”.
  • UM HOMEM FORTE PRECISA TER INTEGRIDADE E DETERMINAÇÃO, SUA FALA, SEUS ENSINOS E AÇÕES DEVEM CONCORDAR ENTRE SI. Você precisa cuidar primeiro de seu coração, de sua vida, para então, liderar sua família de maneira adequada: PIEDADE & SANTIDADE. Em Mateus 7.15-20 vemos que algo enraizado produz frutos, então, se seus atos não são coerentes com suas “falas”, você verá seus “seguidores” fazendo o mesmo:
15 Acautelai-vos, porém, dos falsos profetas, que vêm até vós vestidos como ovelhas, mas, interiormente, são lobos devoradores.16 Por seus frutos os conhecereis. Porventura colhem-se uvas dos espinheiros, ou figos dos abrolhos?17 Assim, toda a árvore boa produz bons frutos, e toda a árvore má produz frutos maus.18 Não pode a árvore boa dar maus frutos; nem a árvore má dar frutos bons.19 Toda a árvore que não dá bom fruto corta-se e lança-se no fogo.20 Portanto, pelos seus frutos os conhecereis.
  • REQUISITOS BÍBLICOS PARA A LIDERANÇA FAMILIAR:
  1.  Santidade;
  2. Caráter e Habilidade;
  3. Virtudes (Sobriedade, autocontrole, gentileza, desapego ao dinheiro);
  4. Leitura bíblica;
  5. Oração (Buscar ajuda em Deus, orar pela família, mas também por si);
  6. Sabedoria;
  7. Fidelidade;
  8. Amor;
  9. Humildade;
  10. Envolvimento espiritual (em sua família e na igreja).
  • O ÂMAGO DE UM CARÁTER PIEDOSO: Fé em Jesus Cristo e obediência a Palavra de Deus -> Deixar o pecado e se apegar a Cristo.

-> Crotts faz uma analogia entre a responsabilidade da liderança familiar e uma empresa, administrada com um gerente. Se tudo está bem na empresa, o gerente é associado e responsabilizado por isto, mas se não está, o gerente também é responsabilizado por isto.

“Deus é o proprietário de sua família, mas Ele encarrego os maridos de serem seus bons administradores. Ele cobrará de você o bem-estar de sua casa!”.

Para finalizar esta postagem, trago de maneira sintetizada “as sete tarefas de um líder familiar”, elencadas pelo autor John.

  1. Assuma a responsabilidade:Faça autoavaliações e avalie o estado de sua família (onde eu tenho falhado? como posso melhorar? Por que provações minha esposa e filhos estão passando?). Tenha iniciativa! “O carro só chega onde se quer chegar se alguém pisar no acelerador e o dirigir”. Busque auxílio, sua esposa é auxiliadora não sua empregada. Tome decisões com sabedoria e não use desculpas.
  2. Supra as necessidades materiais de sua família:Não, suprir não é somente sobre pagar contas e prover alimentos, isso seria ótimo! mas não estamos afirmando que as mulheres devem ficar “presas” em casa, isto seria até algo positivo, se o homem tivesse um salário suficiente para “sustentar bem” toda a sua família. Mas quando se afirma “supra as necessidades materiais” falamos de “homens raiz”, que dão o suor, trabalham, sabem resolver os “pepinos” de sua casa, estão a par de tudo em sua casa, e podem suprir as necessidades de sua família.
  3. Tenha o coração de um líder devotado:Sim, precisamos viver em amor sacrificial por nossas famílias, buscar viver com ternura, ter muito discernimento (saber lidar com cada situação especificamente) e além disto, ter Honra e Respeito (1 Pe 3.7):
    7Igualmente vós, maridos, coabitai com elas com entendimento, dando honra à mulher, como vaso mais fraco; como sendo vós os seus coerdeiros da graça da vida; para que não sejam impedidas as vossas orações.
  4. Ensine a bíblia à sua família:O autor elenca 3 princípios a este tópico (Baseados em uma obra de John MacArthur):
    ♦ Ensine constantemente aos seus filhos a verdade da Palavra de Deus (Dt 6.7);
    ♦ Discipline-os quando agirem mal (Pv 23.13-14);
    ♦ Não os provoque à ira (Cl 3.21)
    Além destes, ele afirma que o Homem Forte deve: Levar a família a uma igreja onde a bíblia seja ensinada; conduzir o culto familiar (que pode ser diferente do culto na igreja, mais simplificado, mas sem perder a essência); ler a bíblia com sua esposa; encorajar sua família a aproveitar as oportunidades de aprender a bíblia (como congressos para mulheres, para jovens, acampamentos – que sejam fundamentados em preceitos da Palavra).
  5. Ore por sua família e com sua família;
  6. Ajude a sua esposa;
  7. Seja ativo em disciplinar seus filhos.

Este foi o nosso post/resumo/estudo sobre a obra do John Crotts: Homens Fortes, um guia básico para a liderança familiar.

Fiquem com Deus!

Sigam: @95appoficial e @Homens_Norteados!

SOLI DEO GLÓRIA

SEJAMOS POIS, HOMENS SEGUNDO O CORAÇÃO DE DEUS, NORTEADOS POR SUA PALAVRA, FUNDAMENTADOS E FORTALECIDOS NELE!

2 comentários Adicione o seu
    1. Amém, que nossa geração seja marcada por Homens que são servos, que são entendedores de sua função e papel, que vivem para a glória de Deus.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *