Comprometimento com Deus

A Palavra nos diz em Mateus 7.22-23 (NTLH): “Quando aquele dia chegar, muitas pessoas vão me dizer: “Senhor, Senhor, pelo poder do seu nome anunciamos a mensagem de Deus e pelo seu nome expulsamos demônios e fizemos muitos milagres!“Então eu direi claramente a essas pessoas: “Eu nunca conheci vocês! Afastem-se de mim, vocês que só fazem o mal!””.‭‭ O que nos leva a ponderar sobre onde essas tais pessoas erraram e o que podemos fazer para não cometermos os mesmos erros? O que podemos fazer para que naquele dia, Jesus olhe para nós e diga que nos reconhece? A resposta parece óbvia, não é? Nós precisamos conhecer a Jesus, nutrir um relacionamento com ele do mesmo jeito que nutriríamos com um amigo ou, até mesmo, um namorado(a), cônjuge etc. e isso exige comprometimento, diálogo, confidências. Deus falou ao meu coração sobre este tema e chamou-me a atenção ao fato de nós darmos tanta importância e gastarmos tanto tempo construindo relações com as pessoas deste mundo e não termos tal dedicação ao nosso relacionamento com o Criador! Alguns podem argumentar que é muito mais fácil se comprometer com alguém que está na sua frente, e é verdade, por isso estão aqui estão listados os 5 passos para um relacionamento com Deus:

1º- Conhecer a Deus: ninguém começa uma amizade sem saber nada sobre a pessoa, certo? Precisamos nos interessas em saber sobre Deus, em saber o que Ele quer nos dizer e o melhor instrumento para conhecê-Lo é a Bíblia, pois ela nos fala: “Vocês me procurarão e me acharão quando me procurarem de todo o coração.” Jeremias 29:13

2°- Aproximar-se de Deus: aproximação requer confiança, confiança requer intimidade e intimidade requer diálogo. Fale com Deus, conte à Ele as suas aflições e seus problemas, ninguém o entenderá melhor do que o seu Criador. “Assim, aproximemo-nos do trono da graça com toda a confiança, a fim de recebermos misericórdia e encontrarmos graça que nos ajude no momento da necessidade.” Hebreus 4:16

3°-Fazer uma aliança com Deus: Nós (a Igreja) somos a noiva de Cristo, ou seja, vamos casar com Ele, vamos ter uma aliança e precisamos estar prontos para assumir esse compromisso, precisamos estar firmes e confiantes no nosso relacionamento com o nosso Noivo. “Embora os montes sejam sacudidos e as colinas sejam removidas, ainda assim a minha fidelidade para com você não será abalada, nem será removida a minha aliança de paz”, diz o Senhor,que tem compaixão de você. “ Isaías 54:10

4°- Receber os “presentes de casamento”: já que fizemos uma aliança com nosso Noivo, o relacionamento avançou de “nível”. Na nossa cultura, após o noivado, vem o casamento e, quando casamos, ganhamos dos padrinhos e convidados vários presentes, a mesma coisa acontece com Cristo e a Igreja, mas o presente vem do Senhor, a salvação. “Portanto, ele é capaz de salvar definitivamente aqueles que, por meio dele, se aproximam de Deus, pois vive sempre para interceder por eles.” Hebreus 7:25

5°- Mantê-lo: a parte mais difícil de um relacionamento, não é encontrar um bom pretendente ou amigo, como muitos imaginam, mas sim, manter essa união, se mantendo fiel à Ele, porque, assim como num casamento convencional, o nosso cônjuge nunca deverá nos abandonar (e Ele não falha conosco jamais!), mas às vezes nós mesmos o traímos pegando outras coisas mundanas e colocando no lugar Dele. “se somos infiéis, ele permanece fiel, pois não pode negar-se a si mesmo.” 2 Timóteo 2:13

Espero que esta mensagem fale aos corações de vocês tanto quanto falou ao meu  e que Deus os abençoe!

Abraço!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *