O Natal dos Miseráveis.

É chegado mais uma vez a época de decorar aquele pinheiro, de banquetes e mesas repletas de boas comidas. É chegado mais uma vez a época de troca de presentes, de contos à respeito do papai noel, de luzes e mais decorações, de visitar a família e amigos. É chegado o natal, mais uma vez ouvimos a velha ideia de que se você foi um bom filho, ou um bom menino/boa menina, então você merece um presente, ideia essa que as pessoas “compram”. Mas sabemos que o natal não é para essas pessoas. O natal é para o perdido, aquele que pela graça se reconheceu como um maltrapilho. O natal é para quem vive em um completo caos, é como estar no meio do mar completamente perdido e desesperançado e ao longe avistar um pedaço de terra e imediatamente a esperança chegar abraçando. O natal é o Deus que se humilhou e se fez carne, passou por tentações, angústias e desespero, mas venceu a morte dando salvação àqueles que pela graça se reconheceram imerecedores dessa salvação. O natal é a Luz que ilumina o mundo, a luz que ilumina os caminhos mais escuros como assim dizem as Escrituras, no livro de Isaías:

“O povo que andava em trevas, viu uma grande luz, e sobre os que habitavam na região da sombra da morte resplandeceu a luz.
Isaías 9:2″

O natal é para o angustiado, para o que grita pedindo socorro, para aquele que pela graça reconhece que não consegue se livrar de seu vício com suas próprias forças, para aquele que anda na escuridão e clama por luz e celebra a Luz, o natal é celebração da salvação de nossa natureza horrenda.

O natal é para os miseráveis.

 

Feliz Natal, em Cristo Jesus!

Um comentário Adicione o seu

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *