Silêncio e Solitude

Neste tema tão importante para a nossa santificação, para o nosso relacionamento com Deus, para os nossos momentos mais angustiantes e sombrios, quero pela Graça de Cristo, trazer o exemplo de Jesus, que por muitas vezes se isolou em silêncio para se aproximar do Pai. Solitude ao contrário de solidão não nos faz sofrer por ausência humana, não nos faz sentir rejeitados, não cria um vazio no coração, mas nos aproxima e nos faz sentir acolhidos pelo Deus que experimentou e viveu esses momentos de silêncio e isolamento. Assim como o próprio Cristo precisou desses momentos de isolamento em seu relacionamento de amor com o Pai, necessitamos também desse isolamento que nos aproxima do Divino, que revela em nosso coração a vontade do Pai, que nos faz ter os momentos mais importantes de oração. A disciplina do silêncio e da solitude nos afasta do caos e nos faz descansar em Cristo. Assim como Jesus buscava habitualmente a solitude e o silêncio, devemos habitualmente no isolar do humano para nos aproximarmos do eterno.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *